13 de março de 2009

Sexta-feira da segunda semana


Revelas abertamente
o Teu modo de viver
e dizes aos teus amigos
de que forma vais morrer.

Não é uma morte em vão
senão geradora de sentido,
e dás a possibilidade
de seguirmos, imitando.

Queres-me como Tu.

Por isso, dá-me Teu amor e graça
a Tua presença serena
e farei irradiar de mim
uma casa fraterna
para fazer festa conTigo.

A festa do Teu Reino.

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...