13 de fevereiro de 2010

Perfeiro Vazio (Xutos e Pontapés)

Esta é a minha mensagem para este VI Domingo do Tempo Comum. Para além do meu gosto por "Xutos", este texto é magnífico e pertinente em relação à Liturgia deste domingo. Partilho:


Aqui estou eu, sou uma folha de papel vazia
Pequenas coisas, pequenos pontos
Vão-me mostrando o caminho
Às vezes aqui faz frio
Às vezes eu fico imóvel, pairando no Vazio
As vezes aqui faz frio
Sei que me esperas, não sei se vou lá chegar
Tenho coisas p’ra fazer, tenho vidas para acompanhar
Às vezes lá faz mais frio
Às vezes eu fico imóvel, pairando no vazio
No perfeito vazio
Às vezes lá faz mais frio
(lá fora faz tanto frio)
Bem-vindos a minha casa, ao meu lar mais profundo
De onde saio por vezes para conquistar o mundo
Às vezes tu tens mais frio
Às vezes eu fico imóvel, pairando no vazio
No perfeito vazio
Às vezes lá faz mais frio
No teu peito vazio.


Xutos e Pontapés, “Perfeito vazio”

2 comentários:

  1. "Perfeito vazio..." que só Tu podes preencher... :)

    Abraço em Cristo e Maria.

    ResponderEliminar
  2. E só "vazios" de tudo o que se torna peso, incomodo e supérfluo, podemos olhar com mais nitidez o que nos rodeia, podemos ver o "lá" ainda que esteja frio...
    Bem-aventurados "todos" os que conseguem estar atentos e trabalham para se conseguir chegar aos "lá" onde ainda não existe o "vazio" perfeito.

    Abraços.

    ResponderEliminar

Alma que espera...

A esperança é sempre uma boa aposta se for esperança em Deus. Ele é que é a fonte da esperança e Ele não desilude! Eu confio...