16 de março de 2010

28.º dia de Quaresma: Deus está por nós!


Naquele tempo, por ocasião de uma festa dos judeus, Jesus subiu a Jerusalém. Existe em Jerusalém, junto à porta das ovelhas, uma piscina, chamada, em hebraico, Betsatá, que tem cinco pórticos. Ali jazia um grande número de enfermos, cegos, coxos e paralíticos. Estava ali também um homem, enfermo havia trinta e oito anos. Ao vê-lo deitado e sabendo que estava assim há muito tempo, Jesus perguntou-lhe: «Queres ser curado?» O enfermo respondeu-Lhe: «Senhor, não tenho ninguém que me introduza na piscina, quando a água é agitada; enquanto eu vou, outro desce antes de mim». Disse-lhe Jesus: «Levanta-te, toma a tua enxerga e anda». No mesmo instante o homem ficou são, tomou a sua enxerga e começou a caminhar. Ora aquele dia era sábado. Diziam os judeus àquele que tinha sido curado: «Hoje é sábado: não podes levar a tua enxerga». Mas ele respondeu-lhes: «Aquele que me curou disse-me: ‘Toma a tua enxerga e anda’». Perguntaram-lhe então: «Quem é que te disse: ‘Toma a tua enxerga e anda’». Mas o homem que tinha sido curado não sabia quem era, porque Jesus tinha-Se afastado da multidão que estava naquele local. Mais tarde, Jesus encontrou-o no templo e disse-lhe: «Agora estás são. Não voltes a pecar, para que não te suceda coisa pior». O homem foi então dizer aos judeus que era Jesus quem o tinha curado. Desde então os judeus começaram a perseguir Jesus, por fazer isto num dia de sábado (Jo 5, 1-3a.5-16).

No caminho para a Páscoa é progressiva a revelação do nosso Deus. Depois dos convites fortes, directos e incisivos à conversão e à penitência, a liturgia encarrega-se, com o correr dos dias, de nos apresentar um Deus que quer o humano. E quer de uma maneira inédita e inaudita. É Deus que sai de Si para vir ao encontro do homem pecador que se abre à misericórdia. O Evangelho chamado por uns do Filho Pródigo e por outros do Pai Rico em Misericórdia é um harpejo belíssimo nesse ponto.

A cura do enfermo de Betsatá, que representa todas as nossas doenças, males e pecados, por intermédio de Jesus vem ainda mais acentuar essa característica do nosso Deus: Ele não vem para os sãos, mas para os doentes, não vem para os puros e os santos, mas para os pecadores. Vem para mim e para ti!

Jesus insurge-se contra o legalismo e o farisaísmo em nome do bem maior da pessoa humana. E isso causar-lhe-á a morte que, como sabemos, é redentora e salvadora.

É fantástico que a meio deste caminho quaresmal, de deserto, de conversão, recebamos esta mensagem positiva e de esperança: Deus está por nós e só quer o nosso bem. Estamos nós dispostos a que Deus nos faça bem?

Rezo, por isso, com as palavras do salmo:

Deus é o nosso refúgio e a nossa força,
auxílio sempre pronto na adversidade.
Por isso nada receamos, ainda que a terra vacile
e os montes se precipitem no fundo do mar.



Os braços dum rio alegram a cidade de Deus,
a mais santa das moradas do Altíssimo.
Deus está no meio dela e a torna inabalável,
Deus a protege desde o romper da aurora.



O Senhor dos Exércitos está connosco,
o Deus de Jacob é a nossa fortaleza.
Vinde e contemplai as obras do Senhor,
as maravilhas que realizou na terra.


Com renovação do pedido de desculpa pelo meu atraso não esqueçamos que o nosso caminho continua. E não tem fim. Agradeço desde já o enlevo e a dedicação que cada um tem posto nesta iniciativa. É para o bem de todos. Obrigado!

28º dia. Amor de Deus
35º dia. Teresa desabafos
36º dia. A Capela

9 comentários:

  1. Estás "perdoado" José António, porque a espera valeu a pena!

    Realmente quantas vezes não nos apercebemos da bondade e infinita misericórdia do nosso Deus?
    E somos impacientes, e revoltamo-nos a té questionamos Deus com um: "Porquê a mim?"

    E no entanto aquele homem esperou 38 anos!

    O tempo de Deus não é o nosso tempo, (já hoje escrevi isto mesmo), mas o tempo de Deus chega sempre!

    Saibamos esperar, perseverando na oração, na aceitação, na entrega, confinado sempre cegamente que tudo quanto o Senhor permite que aconteça nas nossas vidas é sempre para um bem maior, porque só Deus tira o bem daquilo que aos nossos olhos é mau.

    Abraço amigo em Cristo

    Uma nota em que posso não ter razão e que se prende com o facto de utilizares este azul no fundo preto: no meu computador torna-se um pouco "agressivo" à vista, mas pode ser só no meu! Desculpa a nota!

    ResponderEliminar
  2. obrigada pela partilha. Como é confortante ler as palavras de Deus !Essa passagem é belíssima... Para mim a bíblia tem sido um manual de sobrevivência. Um diário para toda uma vida. Um conversar com Deus e nela perceber o quanto Ele nos ensina. Sentir esse homem recolhido as suas misérias, as suas doenças enquanto todos vão a sua frente. E ele a espera, se conforma e espera... até que alguém o salve, o livre. E esse alguém é nada menos que o nosso Mestre. O Nosso Senhor!!!
    Quantas vezes fui impaciente com minha vida, com os meus problemas. Deixei que a angústia me tomasse . Realmente o tempo de Deus não é igual ao nosso, até entendermos.... Mas o mais importante é sentirmos o quanto Ele trabalha em nossas vidas!

    abraços fraternos,

    Gisele

    ResponderEliminar
  3. Somos esse enfermo: cegos, coxos, paralíticos...
    que muitas vezes não percebemos a nossa enfermidade. No entanto, é Ele que vem ao nosso encontro e nos oferece a cura se nos abrirmos a essa mão que se nos estende. Porque não aceitar? Que havemos de recear? Que haverá de melhor que a Misericórdia que nos é oferecida?
    Se Deus está por nós, que temeremos?

    "Senhor eu não sou digno(a)... mas dizei uma palavra e serei salvo(a)"

    [Obrigada!]

    Abraço muito amigo

    ResponderEliminar
  4. José António,

    Antes de mais, obrigada eu por esta tua iniciativa e que como dizes, é para o bem de todos.
    Acabo de chegar de uma noite de oração - de libertação e cura, e não costumo falar nada, escrever nada, sem antes de um tempo de reflexão e mais oração, mas quis ligar ainda o computador e vir aqui. E eis que me 'calha' mesmo bem a tua partilha, sobre a qual, ainda não sei bem comentar, mas tocou-me e mais nesta frase: Estamos nós dispostos a que Deus nos faça bem...? Interpela-me e fico (até grata) por só agora ter podido ler a tua reflexão, ou, somente depois de ter estado nessa Assembleia com o Santíssimo Exposto (sempre!).

    Obrigada e que Deus te abençoe.

    Bjs!

    ResponderEliminar
  5. As nossas imperfeições... levam-nos a precisar de ajuda, de alguém que nos mostre o caminho, que nos leve junto da "água" que cura e dá vida.
    E é o próprio Senhor Jesus, que vem até nós, e nos dá a oportunidade.

    «Queres ser curado?»
    Ainda estamos a tempo...
    Ainda nos falta alguns "degraus"
    E Ele, espera a nossa resposta.
    Pomos tantos obstáculos, temos tantos medos, tantas desconfianças...
    Continuamos "enfermos" e sem ouvir a voz que nos diz:
    «Levanta-te, toma a tua enxerga e anda»

    Senhor, conduz-me no caminho que me há-de levar a Ti.

    ResponderEliminar
  6. Esta reflexão é muito importante para mim, porque nesta passagem mostra Jesus perguntando ao paralítico se quer ser curado e não o contrário. É jesus que vai ao encontro e o cura.
    Será que nós estamos atentos ao encontro que diárimente o Senhor quer ter connosco? Será que o vemos no nosso dia-a-dia num irmão mais frágil, doente, numa criança indefesa? Estaremos nós a ir ao encontro e deixarmo-nos encontrar?

    Assim estou reflectindo, graças a esta belíssima partilha e obrigado pelo salmo com que a remata. Muito me socorro desse salmo para buscar a força que por vezes falta.

    Continuemos o nosso caminho.
    Abraço em Cristo e Maria

    ResponderEliminar
  7. "Ele não vem para os sãos, mas para os doentes, não vem para os puros e os santos, mas para os pecadores. Vem para mim e para ti!"

    É por infinita Misericórdia de N. Senhor, e não pelos nossos méritos, que somos salvos.

    Tomar consciência que somos pecadores, torna-nos mais amigos de JESUS!

    A Paz de Cristo

    ResponderEliminar
  8. Gostei do "harpejo belíssimo"... como que Deus a tocar-nos com a ponta dos dedos e a (en)cantar-nos com o seu infinito Amor.

    ResponderEliminar

Alma que espera...

A esperança é sempre uma boa aposta se for esperança em Deus. Ele é que é a fonte da esperança e Ele não desilude! Eu confio...