15 de maio de 2010

Gratidão (de)vida


Deram morte ao Seu corpo
Mas Cristo matou a morte
Pensavam que Lhe tiravam a vida
Mas, é Ele que dá a vida verdadeira.

Encerraram-nO nas trevas do túmulo
Mas, Ele saiu como luz vencedora.
Riscaram o Seu nome da terra
E Ele deu-nos a esperança do céu.

O amor foi vencedor
Ante a morte e o sofrimento.
Agora temos um futuro.
A nossa história tem sentido
E a nossa vida direcção.

A noite gerou o dia
E a sombra fez-se luz
E a tristeza fez-se alegria
E, vitorioso, saiu Jesus.

E todos nós recebemos
A luz da Sua ressurreição
Vivamos com esperança
Proclamemos gratidão.

JAC

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...