12 de julho de 2010

"Guiai-me pela mão"


Deus de infinito amor,
Vós que marcais o ritmo do tempo,
chamais as criaturas à vida e lhes dais nome,
em Vós se quebra toda a monotonia.

Nada há que não conheçais em mim:
«De manhã quando me levanto Vós lá estais,
e quando me deito Vós permaneceis comigo».

Mostrai-me a luz dos Vossos caminhos,
conduzi-me ao ritmo da Palavra,
qual perfume de alabastro,
que me enche com o odor da coragem
e da confiança.

Guiai-me pela mão,
Levai-me a ver
a aurora do novo sol,
para que seja luz da Vossa luz,
neste mundo sem rumo.

Inflamai-me com o Espírito da Verdade,
para que sem ver acredite,
confie e espere em Vós,
meu Deus, e Senhor. Ámen.

Oração da Vigília pelas Ordenações Sacerdotais da Arquidiocese de Braga e pelas Vocações

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...