6 de julho de 2013

Pés a caminho e mãos no arado




Não há tempo a perder
E há muito trabalho a fazer
Porque é grande a seara a cultivar.
Com a beleza e força do verbo "amar".

Não importa quantos são
E por mais difícil que seja o caminho,
Nunca estarás sozinho:
A teu lado está sempre um irmão
A tornar-te mais capaz
De contigo, mundo fora, levar a Paz.

Que não te pese a bagagem
Para poderes, livre, seguir viagem.
Põe os pés ao caminho
E as mãos no arado
E vencerás cada dificuldade
Com a força da simplicidade.

Entrega-te e vive com sublime dedicação
E cheio de alegria vais sentir
Que para ti o Céu há-de vir
E trazer-te Salvação..



Pe. JAC

Refulgir a Luz. [João Baptista]

João Batista é “a voz que clama no deserto, que “aplaina o caminho do Senhor”. Ele foi enviado por Deus como precursor e como “testemun...