9 de novembro de 2014

Palavras vivas!




"Jesus Cristo, meu filho, não veio para nos falar de insignificâncias.
(...)
Não, não, meu filho, Jesus não veio para nos oferecer palavras mortas.
(...)
Jesus Cristo, meu filho, não nos deu palavras em conserva
Para guardar.
Mas deu-nos palavras vivas
Para nos alimentar.
Ergo sum via, veritas et vita,
Eu sou o caminho, a verdade e a vida.

As palavras da vida, as palavras vivas só se podem
Conservar vivas.
Alimentadas vivas.
Alimentadas, trazidas, aquecidas, quentes num coração vivo.
E não conservadas em mofo, em caixas de madeira ou cartão."



in Charles Péguy, os portais do mistério da segunda virtude, pp. 80-81


Pe. JAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Deus o que é de Deus!

De Deus é a terra é tudo o que ela contém, de Deus é o homem, aquele homem que é como um sopro que passa, mas que também é um pouco infe...