27 de fevereiro de 2009

Sexta-feira depois das Cinzas


Uma proposta de vida
Um caminho novo a percorrer
Uma aventura interior para trilhar.

Queres que sinta a Tua presença
E Teu amor e Tua justiça.

Não queres tristeza nem opressão
Senão a liberdade de Te seguir.
Não és opositor das minhas escolhas
Mas com suavidade e ternura
Me educas pedagogicamente.

Dizes que a vida é como um banquete
Uma festa eterna e contínua
Com princípio mas sem fim.

Ajuda-me a fazer da minha vida
E da vida dos outros
Uma festa para Ti.

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...