6 de fevereiro de 2009

Vento




Leva o homem ao sabor das ondas
Ao encontro da imensidão do mar
Sem limites e sem ocaso
Que impedem o caminhar.

Num sonho de liberdade infinda
De imensidão e de plenitude
Num caminho que é novo ainda
E que leva à beatitude.

Voar ao encontro dos sonhos
Que valem pela qualidade
E não pela duração...

É este o voar de quem sabe
Que um ano de vida
Vale por mil de hibernação.

inédito José António Carneiro
2006
foto aqui

Entrevista ao "De Colores"

Quando chega um qualquer dissabor fixo-me naquele primeiro amor que me fez firmar a vida toda em Cristo, transformando as dificuldades e...