12 de maio de 2009

Frei Herculano Alves critica absentismo pastoral

Igreja ainda não despertou
para a importância da Bíblia


O frei Herculano Alves, à margem do encontro que decorreu no Sameiro, disse ao Diário do Minho que a Igreja ainda não despertou nem acordou para a importância e para a centralidade da Bíblia. Referindo que iniciativas como a promulgação de um Ano Paulino ou de um Sínodo dos Bispos sobre a importância da Palavra de Deus são positivas, mas, muitas vez, não são devidamente destacadas e assumidas pela generalidade das paróquias e dos párocos.
O frade capuchinho entende que, ao nível de Igreja portuguesa, «há pouca atenção à dinamização bíblica». Aliás, esta desatenção é perceptível no facto de o Secretariado Nacional de Dinamização Bíblica não figurar sequer na lista dos movimentos, departamentos e organismos oficiais da Igreja Portuguesa.
«Infelizmente este movimento não é assumido a nível nacional pela Conferência Episcopal Portuguesa e, por isso, não tem o apoio da Igreja oficial, nem dos bispos nem dos párocos», lamentou frei Herculano Alves.
O Secretariado Nacional de Dinamização Bíblica «é uma iniciativa dos Capuchinhos que os bispos dizem apoiar, mas sem apoio directo, e nem sequer consta na lista dos movimentos da Igreja portuguesa», apontou o biblista.
Sendo o único movimento de dinamização bíblica existente a nível nacional, o secretariado da responsabilidade dos Capuchinhos não fecha as portas à possibilidade poder vir a acolher algum convite que possa surgir da Conferência Episcopal para assumir a dinamização da pastoral bíblica a nível oficial e em todo o território nacional. «Claro que esse convite não foi feito, mas se fosse, teríamos de ver quais seriam os objectivos estipulados para cumprir», finalizou.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fidelidade (Great Is Thy Faithfulness)

A fidelidade do Senhor permanece para sempre!