12 de outubro de 2009

Não ter medo de parar



Busca sempre mais fundo
O modo de encontrares alguém
Capaz de te dar algo profundo
E não se dê a mais ninguém.

Busca sem qualquer tipo de pressa
O equilíbrio que se pretende
Mas nunca faças as coisas depressa
A espera é algo que não se entende.

Dá espaço, tempo e lugar
Para que possas aprender devagar
E não hesites perante a pressão

Não tenhas medo de parar
Só assim podes transformar
E fazer crescer o teu coração.

JAC
10.10.09

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...