22 de janeiro de 2010

Padre-Pastor



Disponibilidade para ouvir
Os corações que choram sós
Que buscam conforto e alento.


Acolhimento para receber
Qual pai pródigo o seu filho
Que vem depois do desespero.


Alegria para irradiar
A tantos tristes que vagueiam
Pelas ruas da humanidade.


Confiança para dar
Aos abatidos e desprezados
Feridos pelo inesperado.


Padre-Pastor sem excepção
Porto seguro, novo alento
Que entrega o alimento
E dá orientação.


Padre-Pastor sem excepção
Sinal de Deus na humanidade
Que abre para a eternidade
Caminhos certos ao humano coração.


13.01.2010

Entrevista ao "De Colores"

Quando chega um qualquer dissabor fixo-me naquele primeiro amor que me fez firmar a vida toda em Cristo, transformando as dificuldades e...