8 de maio de 2010

A recuperar no bom sentido

Olá a todos

Escrevo para agradecer a vossa amizade - virtual nuns casos mas muito real noutros - mas sentida em todos os casos.
A minha saúde está melhor, a do meu carro também. Não estamos totalmente reabilitados mas é assim a vida.
Continuamos o caminho, nunca terminado. Peço as forças e a coragem necessárias para o fazer. Com a ajuda de todos, é claro!

Sei que esta semana o trabalho se amontoou. Espero brevemente, a partir de terça-feira, dar seguimento a tudo.
Entretanto, descanso e rezo com palavras antigas:

Nenhuma palavra explica o sofrimento
Toda a esperança foi levada pelo vento
E o meu rosto é janela da dor do coração
Senhor, só teu braço pode dar-me salvação
Do negrume e lamaçal
Tu me podes levantar
Minha tristeza e agonia podes transformar
E sei que um dia o Teu aconchego virá
E a Tua mão forte e suave me sustentará.
JAC

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...