28 de novembro de 2010

Despertai do sono. Acolhei o Senhor Jesus


As coisas fazem-nos adormecer,
Silenciam-nos com os seus argumentos,
Deixam-nos sem palavras,
Sem alegria…

A rotina adormece-nos:
Sempre o mesmo,
Nada é novo.
Sempre o mesmo,
Tudo se repete,
Nada é novo;
A vida adormece-nos
E ficamos sem vida.

Onde está a alegria?
Onde está o gosto pela vida?
Onde está quem nos faça sair do sono?
Onde está a aventura e o mistério?
Onde está quem nos faça descobrir caminhos para crescer?
Onde está quem nos ajude a dar valor à nossa história?
Onde está quem nos diga que somos especiais?
Onde está a verdade que brilha nas trevas?
Onde está quem nos faça caminhar?
Onde está Deus?
Onde está o sentido da minha vida?
Onde está outro caminho para caminhar?
Onde está a felicidade que procuro?
Onde está a fonte que me acalma a sede que sinto?
Onde está a resposta por que anseio?
Onde, onde está a vida?
Onde está o que procuro sem saber muito bem o que é?
Onde está a pedra em que me apoie?
Onde está o que procuro e não sei o que é?
Onde está? Onde está?

(Álvaro Ginel)

Caminhada de Advento

reflectimos no segundo dia com a Teresa
http://teresa-desabafos.blogspot.com/

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...