2 de dezembro de 2010

Pregão de Advento


Chega a vossa libertação
Crentes e humanos de boa vontade:
Chega a vossa libertação!
Levantai a cabeça!
O Senhor está a chegar!

Mas, como é que isto é possível, se…?
Se tudo continua na mesma…
Se dá tanto trabalho mudar…
Se parece que andamos para trás…
Se não confiamos demasiado nos nossos governantes…
Se parece que os nossos Pastores têm medo…
Se uma onda de pessimismo nos arrasta quase sem querer…
Se vemos que somos tão poucos…
Se a problemática de Deus parece que não interessa a muitos…
Se pensamos que somos já os últimos para quem Deus diz alguma coisa…
Mas como é possível que seja o tempo da libertação?

Sim, é o tempo da libertação:
Só eu sou o salvador, mais ninguém.
Sim, é o tempo da libertação:
Eu sou o Salvador, não sois vós a salvar-vos a vós.
Sim, é o tempo da libertação:
Eu venho.
Eu estou à porta.
Eu sou a salvação…
Deixai de confiar nos vossos saberes.
Deixai de confiar nos vossos consumos.
Deixai de pensar que sois alguém.
Deixai de vos fazer deuses.
Deixai de criar expectativas com as vossas planificações.

É tempo de voltares para Mim.
É tempo de dulcificar o coração.
É tempo de sensibilização.
É tempo de reconhecer o que vos paralisa.
É tempo de permaneceres vigilantes.
É tempo de rezar e esperar.
É tempo de permanecer à escuta de Deus.
É tempo de pôr a vossa confiança no Senhor.
É tempo de deixar Deus ser Deus.
É tempo de reconhecer que ninguém traça caminhos a Deus.
É tempo de derrubar os obstáculos que impedem a passagem a Deus.
É tempo de abeirar-se do interior do coração.
É tempo de esperar que Deus cumpra a sua Palavra.

(adapt. de A. Ginel, por JAC)

2 comentários:

  1. Tempo de Deus!

    Já há algum tempo venho tentando exercitar esse tema, e como é difícil ter paciência para esperar o tempo para cada coisa.
    Mas a palavra de Deus diz:

    " Espera no Senhor e sê forte! Fortifique-se o teu coração e espera no Senhor! Salmo 26,14

    Nada temerei.

    A paz!

    ResponderEliminar
  2. Pe. Jac "É tempo de dulcificar o coração" Tudo é muito lindo no seu poema, mas a prática da mortificação é pesada.Vi com mais clareza hoje, ao ver que o senhor não postou um comentário na minha postagem sobre o Advento e fiquei aborrecida e sentindo-me excluída, pois vi que colocastes para todas e colocavas no dia. Peço que me desculpe, mas sua palavra eu a esperava com carinho. Abraço fraterno.

    ResponderEliminar

Fidelidade (Great Is Thy Faithfulness)

A fidelidade do Senhor permanece para sempre!