18 de abril de 2012

"História" de um belo Encontro



Santo Inácio de Loyola faz-nos a contemplar um encontro entre a Mãe e o Filho Ressuscitado. O Fundador dos Jesuítas deixa claro que é de se esperar e de acreditar que a primeira aparição de Jesus após Sua ressurreição – ainda que não relatada na Escritura – tenha sido à sua Mãe. É uma ideia razoável. Não só por Jesus ter sido um bom filho e desejar terminar com a dor da Mãe, mas também pelo mérito próprio de Maria: é justo que aquela que primeiro aceitou fazer a vontade de Deus e que com o seu “Sim” mudou o rumo da história humana fosse a primeira portadora da grande novidade – a vida venceu a morte! Jesus está vivo!
Ninguém sabe como foi esse encontro. Ninguém sabe o seu conteúdo. Podemos apenas acreditar nele e vê-lo com os olhos da fé. É uma contemplação riquíssima: Mãe e Filho livres da dor e do sofrimento, perdidos no tempo a conversar sobre todos os acontecimentos, cheios de alegria e de consolação.
A certeza da ressurreição de Cristo não ficou apenas no encontro entre Mãe e Filho. Nós somos herdeiros desta boa nova. Fazer este caminho com Jesus, acompanhados pela Mãe, exige a cada um de nós viver a doação, como Cristo, uma vez que ser cristão é viver o nosso ser enraizado e enxertado em Jesus Cristo, pelo Baptismo.



(exerto do sermão do encontro que fiz este ano na celebração do Senhor dos Passos, em Aveiro)

6 comentários:

  1. mesmo enternecedor! este é o famoso sermão (eu explico: o meu pai chegou a casa a elogiar imenso o sermão que o 'padre novo da Sé' fez e eu confesso que fiquei curiosa e aqui está um excerto que faz jus ao elogio do meu pai!)

    ass: Maria Tarrinha

    ResponderEliminar
  2. Tão bom. Confesso... Imaginei ouvi-lo... Tenho saudades de homilias assim... Obrigada.

    ResponderEliminar
  3. Um sermão que dá azo à imaginação...esse encontro...mãe e filho...imagino-o também! O amor...tão dificil de explicar tantas vezes, mas tão mobilizador, tão cheio de tudo.

    ResponderEliminar
  4. Obrigado Maria, Ni e Catarina por se darem ao trabalho de ler...

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

Alma que espera...

A esperança é sempre uma boa aposta se for esperança em Deus. Ele é que é a fonte da esperança e Ele não desilude! Eu confio...