28 de junho de 2012

Humilde servo

Porque me chamas a mim

Humilde servo pecador

P’ra levar-Te, meu Senhor,

Mundo fora, até ao fim?

 

 É tão grande a missão

De chegar a cada irmão

E dizer-lhe: meu amigo,

Deus está sempre contigo.

 

Quero arriscar e partir

Vou viver para servir,

Levar Deus ao meu irmão,

Entregar meu coração.

pe. JAC



7 comentários:

  1. Chamou-te; chamou-nos... chama-nos. Mas nem sempre o coração aguenta com firmeza e tenacidade o desafio. Mas com a ajuda da generosidade dos mais novos, reencontramos a coragem.
    Um abraço.
    P. Armando

    ResponderEliminar
  2. Caríssimo P. Armando: Nisto como em tudo, somos uns para os outros! Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Padre José António, muito bom, tudo.. música, voz/interpretação e letra. De grande plenitude de Vida..!
    Obrigada.
    Um abraço amigo.

    ResponderEliminar
  4. Servir humildemente é a forma de, com amor, viver a missão que Deus tem para nós a cada novo dia.
    Obrigada pela sua forma de Viver.

    ResponderEliminar
  5. As vezes muitas vezes diante de tantas dificuldades na vida ,faz-me questionar o porque de tanta coisa que me acontece e ponho muitas das vezes em duvida tudo o que sempre aprendi e que acredito ,porque a vida nao me tem poupado de tantas tristezas ,mas sei que nada nesta vida nada e por acaso tudo tem um significado, mas e no silencio da noite num absoluto silencio que me reencontro com Deus e agradeço por mais um dia que me deu ,um abraço

    ResponderEliminar
  6. Obrigado Dulce!
    Obrigado Ni!
    Obrigado Emanuel. E crê que Ele está contigo!

    ResponderEliminar
  7. Acima de tudo fui criado numa familia profundamente catolica onde a minha querida mae esteve varios anos num convento dai as minhas raizes estarem ligadas a fe de Deus ,sempre ca em casa desde pequenos nos reuniamos a noite e rezavamos todos ,chegava o mes de Maio era lindo o mes de Maria de oraçao era noites onde se rezava o terço ,sou crismado onde tive a sorte de ter como padrinho de crisma um homem que alem de ser Padre era uma pessoa profundamente humana e amigo ,depois ainda me convidou a visitar o seminario de Caparide onde passei uns dias ,mas ai senti que nao tinha vocaçao ,mas gostei principalmente daqueles momentos de silencio no quarto onde cada um meditava e se questionava do sentido da vida ,uma busca incessante do meu interior ,era de facto admiravel a paz que sentia nessas noites .Infelizmente a doença acabou por vitimar o meu padrinho e padre Francisco mas concerteza deixou a sua marca na minha vida ,acredito que hoje estara bem melhor ao lado de Deus ,recordo como era admiravel a sua dedicaçao na Santa Missa embora o seu rosto deixava transparecer o sofrimento que tinha ,mas apesar de tudo continuava dedicado a tudo em que acreditava .Cheguei a frequentar durante 3 anos o movimento de shoenstatt ,mas infelizmente na zona onde moro acabou era maravilhoso ,enfim acredito em Deus acima de tudo apesar das duvidas sempre o terei no meu coraçao ,nao e por acaso que me chamo Emanuel ,um abraço Jose

    ResponderEliminar

Fidelidade (Great Is Thy Faithfulness)

A fidelidade do Senhor permanece para sempre!