15 de janeiro de 2013

O meu segundo livro de poesia: "(Re)versos à Luz do Amor. Poesias de um padre"




"(Re)versos à Luz do Amor. Poesias de um padre" é o meu segundo livro de poemas e vai ser apresentado no dia 2 de Fevereiro, em Aveiro.
Depois de "Meu Deus. Poesias de um seminarista", lançado em 2006, este segundo livro é composto por 30 poemas acompanhados de um breve comentário que é ao mesmo tempo orientação ao leitor.
Estas poesias apresentam meditações, reflexões e orações inéditas, escritas no âmbito do trabalho pastoral que desenvolvi durante quase dois anos nas nove paróquias que compõem a Unidade Pastoral de Águeda.
A receita da venda dos livros que é editado pela Paulus reverte para a Paróquia de Nossa Senhora da Glória, em especial para as obras que tem em curso. O livro está à venda no Cartório Paroquial e custa 7,50 euros.
Para os interessados informo que o livro pode ser encomendado via email (carneirozeto@gmail.com ou secretaria@paroquiagloria.org). Estes pedidos de encomenda serão respondidos por email com o envio do NIB para o qual deverá ser feita a transferência exacta do preço do livro acrescido dos custos de envio.
No prefácio, amavelmente escrito por D. António Francisco lê-se: "Os poemas do livro (Re)versos à Luz do Amor, do padre José António Ribeiro de Lima Carneiro, estão inscritos no chão sagrado onde a vida se diz e faz, em passos dados ao longo do caminho." E mais adiante, escreve: "Nestes versos escritos e sentidos está presente a bela linguagem do amor a dar significado e encanto à Missão que ao sacerdote é pedida e confiada".



Pe. JAC

3 comentários:

  1. Meu amigo

    Parabéns!

    A leitura será sem dúvida uma oração para mim.

    Vou enviar-te mail.

    Que Deus abençoe esta obra que colocou nas tuas mãos.

    Um abraço amigo

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Há livros que são sonhos..., presente(s)..., páginas de uma vida com a magia e encanto da poesia.
    Muitos Parabéns!

    ResponderEliminar

A Deus o que é de Deus!

De Deus é a terra é tudo o que ela contém, de Deus é o homem, aquele homem que é como um sopro que passa, mas que também é um pouco infe...