14 de setembro de 2013

Gestos de perdão. Poema no XXIV domingo comum





O amor incondicional,
é a essência de Deus e a sua inteireza,
imensidão de ternura e de beleza
ilógica, desmedida, irracional.

Sair à procura da ovelha perdida
com o rebanho à espera à frente
não é ser louco, é ser diferente,
é ter o amor como lema de vida.

O amor cresce na doação
supera a tristeza com a alegria.
Do bom pai aprendemos a mestria
de ser acolhedor, compassivo, perdão.

É possível amar assim!
Percorrer o mundo até ao fim,
partir e voltar,
cair e levantar,
tudo fazer para encontrar
a ovelha que tresmalhou,
e a moeda que se perdeu,
acolher o filho que voltou
e festejar, cantar e dançar
pelo imenso gesto de perdoar.



Pe. JAC

Fake news e jornalismo de paz (Papa Francisco)

MENSAGEM DO PAPA FRANCISCO PARA O LII DIA MUNDIAL DAS COMUNICAÇÕES SOCIAIS [13 de maio de 2018] Queridos irmãos e irmãs...