30 de janeiro de 2009

Cristo, servo sofredor




Cristo Jesus, Filho eterno
Desceu do Alto dos Céus
Humilhou-se a si próprio
E levou os homens para Deus.

Escolheu em toda a hora
Obedecer até à morte
E recebeu sem demora
A ressurreição como sorte.

É o Pai quem o exalta
Por ter sempre confiado
E no novo nome recebido
O Pai é glorificado.

Obrigado, bom Senhor,
Por seres servo sofredor
No mundo que não Te amou.

Na cruz és Redentor
Revelando o Deus Amor
E lá a morte acabou.

inédito José António Carneiro
2008

foto tirada aqui

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...