29 de abril de 2009

Dez grávidas abençoadas em Braga


Associação Famílias celebrou padroeira


A igreja paroquial de S. Lázaro, em Braga, acolheu ontem, ao final da tarde, a já habitual bênção das grávidas, uma celebração organizada pela Associação Famílias, no dia da sua padroeira, Santa Joana Beretta Molla. O padre Roberto Mariz exortou dez grávidas, bem como os demais presentes, a comprometerem-se com a vida, com a alegria, com o trabalho e com a Igreja, a exemplo da santa italiana canonizada por João Paulo II em 2004.
No rito de bênção que decorreu depois da homilia, o sacerdote explicou que esta acontece «para que a mãe ame, desde já, o fruto que tem em seu seio». Feita a bênção e terminadas as saudações, os presentes manifestaram a sua alegria com uma salva de palmas para as futuras mães.
Na homilia, o pároco de S. Lázaro começou por enaltecer o trabalho desenvolvido pela Associação Famílias, constituída por leigos, em prol da família e da defesa da vida.
A respeito da memória litúrgica de Santa Joana Beretta Molla, o sacerdote, que é responsável pela Pastoral Familiar ao nível da Zona Pastoral da Cidade, defendeu que a santa italiana é exemplo de compromisso com a vida, porque, na quarta gravidez, Santa Joana, apesar dos problemas, «exigiu que os médicos salvassem a filha».
Além disso, o padre Roberto Mariz destacou que, em vida, «Joana Beretta Molla irradiava alegria, paz interior e felicidade», o que por si mesmo revela «gosto por viver».
O sacerdote destacou, por fim que, como médica, Santa Joana é também para todos exemplo ao nível do «compromisso com o trabalho», e como crente, é exemplo pelo «testemunho de amor e compromisso com a Igreja».
Esta celebração aconteceu pelo quarto ano consecutivo.

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...