13 de maio de 2009

Lampejos da tua luz, venho pedir-Te




Noite cerrada, Senhor, escura e sombria
Lampejos da tua luz, venho pedir-Te
Ao berço, ao lar de minha mãe
Porque a tenho por medianeira.

Em Fátima, lugar de paz
Busco sentido e orientação;
No meio da tempestade
Busco reconciliação;
E perdido no cais da minha ilusão
Quero centrar-me sempre em Ti.

Obrigado, Senhor.
Boa noite.


O ano passado, durante uns dias de retiro, em Fátima, escrevi este texto, quase sozinho, em pleno recinto... Partilho neste 13 de Maio
14/07/2008

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...