7 de maio de 2009

Peregrinos de Fátima “abençoados”


Caminhada de fé saíu da Sé de Braga termina dia 12 em Fátima

O Arcebispo de Braga presidiu a uma Eucaristia que assinalou a saída de um grupo de peregrinos, constituído por 54 pessoas, que vão a pé até Fátima, onde chegarão no próximo dia 12.
Na homilia, uma «partilha espontânea e amiga», D. Jorge Ortiga apontou três aspectos da peregrinação em geral. «Ao peregrinar, propomos atingir uma meta, vamos a um lugar, há um percurso estabelecido, neste caso, o Santuário de Fátima, e lá o encontro com a Mãe». Este aspecto deve fazer pensar que a vida tem uma meta e uma finalidade.
Além do mais, a caminhada tem sempre «exigências». «O peregrino deve libertar-se do acidental e caminhar com o essencial», de modo que seja facilitada a tarefa de caminhar.
Finalmente, o prelado salientou que o facto de a caminhada ser feita em grupo torna-se uma «oportunidade para uma maior consciência de que caminhamos com os outros, sendo mais fácil, assim, atingir os objectivos».
Esta peregrinação, apelidada de “Peregrinação das Farmácias”, é uma caminhada com fé. Segundo Fernanda Santos, mentora da iniciativa, «só a fé nos permite caminhar assim. Vamos ter momentos difíceis, mas a fé vai fazer ultrapassar tudo», disse.
A ideia surgiu já há muito tempo, sendo depois materializada. Foi contratada uma empresa de organização de eventos, por causa da «logística pesada» e porque se pretendia uma peregrinação ou caminhada com seriedade, mas também com segurança, conforto e bem-estar.
Num tempo de crise, os muitos apoios e patrocínios conseguidos para esta iniciativa permitiram aos caminhantes fazer a peregrinação «quase de graça». Aliás, antes da saída, os promotores reembolsaram os participantes em 50 euros, facto saudado e aclamado pelos peregrinos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Deus o que é de Deus!

De Deus é a terra é tudo o que ela contém, de Deus é o homem, aquele homem que é como um sopro que passa, mas que também é um pouco infe...