20 de maio de 2009

São Paulo inspira jovens na Noite UP’S 2009


Peregrinação nocturna ao Sameiro esta sexta-feira

A III edição da Noite UP’S – Upa para o Sameiro – tem este ano uma forte componente paulina, como forma de assinalar a celebração do ano dedicado a S. Paulo. Em conferência de imprensa, os organizadores apresentaram um programa mais enriquecido, com o tema “Será que aguentas?”, que se liga à corrida da fé dos crentes nas primeiras comunidades, dentro das quais se destaca figura do Apóstolo das Nações.
Paulo Barbosa, um dos primeiros dinamizadores do Grupo Peregrinos, que organiza a iniciativa, referiu que «não se tratando de uma prova física de esforço, aos participantes é-lhes exigido algo radical, uma vez que são convidados a atingir uma meta e a caminhar na demanda da fé».
O também docente de Educação Moral e Religiosa Católica deu conta que, na edição deste ano, os participantes serão surpreendidos com novos conteúdos, embora a base anterior permaneça, particularmente ao nível dos locais de passagem, enriquecidos com algumas mais valias.
Com o tema delineado para esta edição, os promotores querem pôr os participantes a pensar e a questionar-se. Além disso, o Grupo Peregrinos avalia com agrado o aumento de participantes na noite. Recorde-se quem, no primeiro ano, foram cerca de 300 e, no ano passado, o número duplicou. Pelo volume e ritmo das inscrições, o número deste ano rondará as mesmas seis centenas.
Com o enriquecimento do programa também ocorreu o aumento de grupos e entidades que colaboram na dinamização da peregrinação nocturna ao Sameiro. Além dos habituais, este ano o grupo de jovens de S. Mamede d’Este junta-se á organização, com a preparação de um momento da iniciativa.
Recorde-se que com o Grupo Peregrinos participam nesta organização o Centro Académico de Braga, a Comissão Nacional Justiça e Paz, a Pastoral Arquidiocesana Juvenil, o Corpo Nacional de Escutas, os Jovens em Caminhada, os Jovens Sem Fronteiras, os Missionários Combonianos, o Movimento Schoenstatt, o grupo de jovens da Oliveira (Guimarães), para além do estreante. A Câmara Municipal de Braga colabora particularmente ao nível do apoio logístico, tal como a Confraria de Nossa Senhora do Sameiro, a paróquia de Mire de Tibães e o Seminário Conciliar de S. Pedro e S. Paulo.

Programa inclui paragem
na igreja de S. Paulo

Rui Ferreira falou com mais pormenor do programa da noite desta sexta-feira, salientando que todo ele terá uma especial marca sobre o Ano Paulino. A abertura acontecerá às 22h00, num momento apelidado significativamente “3,2,1… Partida”. Uma vez mais, D. Jorge Ortiga preside, às 23h00, à Eucaristia, na igreja paroquial de Mire de Tibães, de onde segue, de seguida, a peregrinação na direcção de Braga. Neste percurso decorrerão diversas surpresas com o tema geral “2000 anos barreiras”, que pretendem abordar sucintamente a história do cristianismo. Os Jovens em Caminhada estão responsáveis por desenvolver este momento, onde destacarão a ideia da perseguição de que os cristãos foram alvo nos primeiros séculos do cristianismo.
Na única igreja da Arquidiocese dedicada a S. Paulo – a igreja do Seminário Conciliar, que nasceu como Colégio de S. Paulo há quase 450 anos – os jovens participarão num momento de oração com a denominação “Trust me”.
Depois, no Parque da Ponte, os jovens de S. Mamede d’Este vão apresentar o momento “Blog do Paulo”, sobre as cartas do Apóstolo, seguindo-se depois, na Rodovia, o momento “Parar para Arrancar” que consiste no início de uma oração pessoal e silenciosa até ao Bom Jesus.
Junto ao monumento erigido pela devoção à Paixão de Cristo, haverá uma paragem – “Bits stop” – com animação e um reforço alimentar para os participantes aguentarem a última etapa que levará à meta colocada no Sameiro. Neste período, será rezado o terço e, pelas 8h00, será servido o pequeno almoço.
As inscrições para a iniciativa estão abertas até amanhã nos Serviços Centrais da Arquidiocese ou no blogue www.noite-ups.blogspot.com.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Semear e despertar a esperança!

Depois de muitos dias a ver aquela senhora a fazer aquilo o homem ganhou coragem e perguntou:  -Bom dia! Porque é que todos os dias ...