29 de junho de 2009

Murmúrios de água



Murmúrios de água
Invadem a minha calma interior.
E deixo-me ir nessa música
Nesse som que me eleva
E me leva mais além.

Não sei para onde vou
Mas sei que me sinto bem
Deixando-me ir.

Talvez seja ela
Que quer que eu vá
E lá me possa pensar
Sempre mais fundo.

Por isso, eu me deixo embalar
Nesse suave burburinho
Que da água soa, baixinho,
E onde eu quero navegar.


JAC 2007

Entrevista ao "De Colores"

Quando chega um qualquer dissabor fixo-me naquele primeiro amor que me fez firmar a vida toda em Cristo, transformando as dificuldades e...