24 de julho de 2009

Perdido em Jesus



Sigo trilhos escarpados
Ando rotas desalinhadas
Todo um mundo que se fecha
Tantas portas truncadas.

Caminho, vagueante,
Meio perdido, encontrando,
O amor mais jubilante
Que me faz um ser amado.

Só um apoio consigo
Que é estável e forte
E que todo me seduz…

E encontro-me comigo
E vivo a vida, já sem morte,
Obrigado, meu Jesus.

inédito José António Carneiro
2007

foto

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...