19 de janeiro de 2013

Em Caná... Poema para o II domingo comum (C)




Em Caná, a celebração de um casamento
mais do que festa de momento,
ou festa de circunstância,
é o eternizar de uma aliança
de amor e mútua confiança...
É a perfeita comunhão do ser,
a entrega total do viver...

Em Caná, a celebração das bodas
não obedece a princípios de modas...
É oportunidade por excelência
da manifestação da transcendência,
de Jesus Cristo, Messias Senhor

Em Caná, o sinal de transformar
água em vinho para nada faltar
é o sinal da alegria e do amor
manifestado pelo Senhor,
que a todos faz Acreditar.



Pe. JAC

Valoriza os teus talentos! Não os enterres, nem congeles, não guardes só para ti!

O Evangelho está cheio de uma teologia simples, a teologia da semente, do fermento, de inícios que devem florescer. Cabe-nos a nós o ...