2 de fevereiro de 2013

Eterno Hoje. Poema no III domingo comum




Na sinagoga de Nazaré
Jesus mostra-se como é:
Lê o texto do profeta Isaías
Revela-se como Messias
E em Seus conterrâneos aviva a fé.

A vetusta profecia
aplicada a Si mesmo
cumpre tudo quando foi dito,
No tempo antigo.

Em Nazaré, Jesus dá ao tempo intemporalidade...
Dota o Amor de eternidade.
Do passado faz presente,
Do Hoje, o eternamente.

Ainda Hoje, Jesus cumpre a missão:
A boa nova anunciar,
A todos servir, libertar e curar,
Dar vida e ofertar salvação.

Estejam os nossos olhos fixos em Jesus
E o coração, pelo Dele, sintonizado.


Pe. JAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Deus o que é de Deus!

De Deus é a terra é tudo o que ela contém, de Deus é o homem, aquele homem que é como um sopro que passa, mas que também é um pouco infe...