12 de abril de 2014

Morrer de Amor! Poema no Domingo de Ramos

(foto tirada em Colónia, Alemanha)

Jesus assume a sua missão no mundo:
ensina o sentido mais profundo,
Da Vida que nasce da Páscoa,
Da Paixão que é só Sua
Para que a façamos nossa.

Preso à Cruz do Amor
Deu à Vida todo o esplendor
Oferecendo-Se, inteiro, na Cruz,
Ofusca a morte com a eternidade da Luz.

Cada gesto, cada palavra de Jesus 
Banhada do excesso do dom
Absorve e dissolve o nosso sombrio tom
Do pecado e da morte.

A Cruz é o lugar onde Deus se torna amante
porque morrer de amor é coisa de Deus!

Por ti, por mim, por nós, Jesus morreu!
Por ti, por mim, por nós, Jesus vive!

Em ti, em mim, em nós!

Pe. JAC 

Descobrir o essencial!

Diante do Senhor que vem, reconhecemos que os nossos caminhos não são os seus (cf. Is 55, 9) e somos impelidos a converter-nos, a mud...