21 de abril de 2009

Tribuna barroca do século XVIII dá brilho à igreja de Serzedelo


Restauro custou à paróquia povoense 35 mil euros

A paróquia de São Pedro de Serzedelo, na Póvoa de Lanhoso, está a recuperar a tribuna e a capela-mor da sua igreja paroquial, que volta a ganhar, deste modo, novo brilho. A obra, acompanhada pelo Instituto de História e Arte Cristã da Arquidiocese (IHAC), custa cerca de 35 mil euros e estará concluída no próximo sábado, para acolher a imagem da Virgem Peregrina (ver abaixo), que visita as comunidades de Calvos e de Serzedelo, no arciprestado povoense.
O padre António Pereira Lopes, pároco de Serzedelo e ainda de Calvos, disse que desde o início a comunidade paroquial acatou bem a missão de preservar o seu rico património monumental e arquitectónico e, por isso, empenhou-se nesta obra que será paga na totalidade pelos paroquianos.
«Não pedimos dinheiro a nenhuma instituição», revelou o sacerdote, notando que houve envolvimento da quase totalidade dos habitantes de Serzedelo. Já em 1996, num restauro global da igreja «foram gastos mais de 17 mil contos (85 mil euros), pagos pelos paroquianos».
O sacerdote, que está há quase 50 anos na comunidade paroquial, salientou ainda o acompanhamento da obra pelo IHAC e a abertura que, particularmente o cónego José Paulo Abreu, manifestou em relação ao projecto de preservação e restauro da tribuna e capela-mor da igreja paroquial de Serzedelo.
A obra foi executada, in loco, por Joana Magalhães e Sandra Lopes, técnicas do IHAC, acompanhadas de uma equipa de carpintaria composta por um entalhador e dois marceneiros. Arrancou em Outubro do ano transacto e estará finalizada nos próximos dias.
Sobre o trabalho propriamente dito, Joana Magalhães apontou que, em primeiro lugar, houve necessidade de estabilizar e nivelar a tribuna que estava literalmente desalinhada, correndo o sério risco de ruir. As causas da visível degradação da tribuna da igreja, agora restaurada, tinham a ver com a humidade e com o ataque à madeira da chamada formiga-branca.
Diga-se que a tribuna da igreja paroquial de São Pedro de Serzedelo, na Póvoa da Lanhoso, é uma jóia da arte barroca portuguesa do século XVIII. É concretamente composta de motivos eucarísticos e acarreta 83 figuras de anjinhos.
Para facilitar o trabalho faseado de limpeza e de restauro, algumas partes da tribuna foram desmontadas e trazidas para Braga, a fim de serem limpas e desinfectadas e, de novo, pintadas e douradas, respeitando a traça original, que entretanto sofreu alterações ao longo dos anos.
Já na fase final da obra de recuperação e restauro, a equipa no local está a pintar e a recolorir partes do tecto da capela-mor e a substituir algumas madeiras degradadas.



Imagem Peregrina de Fátima
visita terras de Lanhoso

A Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima estará nas paróquias de Calvos e de Serzedelo entre os dias 25 de Abril e 10 de Junho.
Assim, na semana que abre o mês de Maio, tradicionalmente chamado “Mês de Maria”, os habitantes das duas comunidades terão oportunidade de ter entre si, presidindo a diversas celebrações, a Imagem da Virgem de Fátima.
Foi preparado um programa que engloba diversas celebrações de Palavra, visitas e orações diante da Imagem.
No próximo sábado, a imagem será recebida em Calvos, às 19h00; às 20h30, será a vez de Serzedelo, com uma saudação pública, no largo da igreja, seguida de Eucaristia.
Para o dia 3 de Maio, Dia da Mãe, está marcada uma Eucaristia às 10h30, que terá por intenção todas as mães e filhos da paróquia e que contará ainda com a presença da Imagem de Nossa Senhora de Fátima.
“Que a Virgem Peregrina se torne apelo a uma adesão mais consciente à Palavra” – este foi, segundo o pároco de Serzedelo e de Calvos, o apelo e desafio deixado pelo Arcebispo de Braga às duas comunidades paroquiais.

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Deus o que é de Deus!

De Deus é a terra é tudo o que ela contém, de Deus é o homem, aquele homem que é como um sopro que passa, mas que também é um pouco infe...