10 de agosto de 2009

Fome mata mais que Gripe A


Bispo Emérito de Fátima deixa alerta no Santuário
Fome mata mais que a Gripe A

D. Serafim Ferreira e Silva, Bispo Emérito de Leiria-Fátima sublinhou ontem, no Santuário de Fátima, a sua preocupação pelo aumento de casos da Gripe A (H1N1), mas deixou o alerta: «Nós lamentamos que muita gente morre de gripe. Muito mais morrem à fome, não têm pão para o seu estômago. Há uma diferença satânica entre os muito ricos, que esbanjam, e os pobres, que morrem à míngua, desidratados, desnutridos, sem assistência médica, sem o pão».
Durante a Eucaristia internacional celebrada no recinto, e na qual participaram alguns milhares de peregrinos, D. Serafim Silva recordou também o início da 37.ª Semana Nacional das Migrações, iniciativa da Comissão Episcopal da Mobilidade Humana, que decorre de 9 a 16 de Agosto, e terá o seu ponto alto na Peregrinação do Migrante e Refugiado ao Santuário de Fátima, esta quarta e quinta-feira.
Na sua reflexão às leituras da missa, e sugerindo a leitura da nova encíclica do Santo Padre “Caridade na verdade”, D. Serafim disse: «Nós queremos o progresso económico, o desenvolvimento sustentado, o crescimento controlado mas também a santificação, o desenvolvimento, o progresso de ordem espiritual».
Ainda durante a homilia, o prelado recordou Raul Solnado, actor e comediante português, falecido sábado, aos 79 anos de idade. «Ontem, gostei de ouvir nas comunicações sociais as referências laudatórias a um artista de teatro que morreu», disse.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fidelidade (Great Is Thy Faithfulness)

A fidelidade do Senhor permanece para sempre!