28 de setembro de 2012

Diário da Missão Jubilar. As belas heranças que se recebem. D. António Francisco dos Santos




Diário da Missão Jubilar 8


D. António Francisco dos Santos chegou à diocese de Aveiro depois de curta passagem pela Arquidiocese de Braga (aí o conheci como bispo, verdadeiro pastor e pai) depois de ter sido nomeado em 2004, por João Paulo II.
A 21 de Setembro de 2006 foi nomeado pelo Papa Bento XVI, Bispo de Aveiro, onde fez a entrada solene a 8 de Dezembro, dia da Solenidade da Imaculada Conceição.

Do actual bispo aveirense merece destaque a sua acurada e zelosa dedicação aos sacerdotes, particularmente aos idosos e doentes, que o levou a tomar a iniciativa de promover a construção da casa sacerdotal. A sua inauguração está, aliás, prevista que aconteça no decurso da Missão Jubilar.

Tem sido testemunho de incansável dedicação apostólica e realiza as visitas pastorais com critérios e dinamismos assumidos ao longo da história da Diocese.

Bispo próximo e presente, tem revelado uma profunda preocupação em despertar e fomentar a vocação ao ministério presbiteral e às outras vocações de vida consagrada.

Logo que chegou a Aveiro manifestou vontade de celebrar com a dignidade que o acontecimento merece, os 75 anos da Restauração da Diocese.

Para isso se elaborou um plano pastoral de cinco anos que culmina nesta Missão Jubilar. Quis fazer das bem-aventuranças o programa base dessa celebração, como se veio a manifestar no Guião da Missão Jubilar, já distribuído pela diocese.



Pe. JAC

Sem comentários:

Enviar um comentário

A Deus o que é de Deus!

De Deus é a terra é tudo o que ela contém, de Deus é o homem, aquele homem que é como um sopro que passa, mas que também é um pouco infe...